Carregando...

Publicidade

Wescley Dutra fez bonito, vencendo nos quadriciclos. (Foto: Kid Júnior)

Rally dos Sertões: Consagração de uma terra.

Com chegada triunfal e com pilotos vencendo, o Ceará fez bonito na maior corrida off-road do território brasileiro.

27/08/2018

Pesada, exigente, marcante. Mais uma edição do Rally dos Sertões terminou, e o plus desse ano foi a chegada no Ceará, porque cruzar o Brasil de Goiânia até aqui trouxe o Sertões de volta a terrenos que ampliam o desafio. Areiões em lugares áridos, trechos mais quentes e mais pesados são tudo que os competidores mais querem.

E assim, a 26ª edição nos apresentou a novos campeões nas motos, quadris e utv's, ao mesmo tempo em que consagrou o 1º tricampeão da história do Sertões na categoria carros. Nas motos, Tunico Maciel foi o vencedor na categoria geral.

Quadris

O Ceará dominou a competição todos os dias nos quadriciclos. George Ximenes liderava a competição folga até quebrar na 1ª parte da etapa maratona quando quebrou e viu o sonho da vitória ir embora. Melhor para Wescley Dutra, companheiro de equipe de George, que fazia uma prova consistente e estava lá pronto para assumir o posto. Ele que estreava no Sertões, foi à prova somando recursos limitados e tendo como meta ganhar mais ritmo e experiência, ainda estava atordoado com a vitória. "Estar no Sertões como piloto já era a realização de um sonho, vencer na minha 1ª participação então se tornou muito, muito melhor do que a melhor das minhas expectativas. E não como vencer o rally de forma fácil. Cada competidor tem que lidar com uma série de desafios próprios, pois o nosso principal concorrente somos nós mesmos", fala Wescley, que manteve a concentração e a estratégia como focos principais nesta prova.


Tunico Maciel foi o campeão das motocicletas. Beto Filho e Rogério Almeida faturaram a categoria 'Super Production' dos UTV´s. (Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

UTV's

A categoria mais competitiva foi mesmo a UTV, com uma briga apertadíssima até a ultima especial. Jogo de equipe, tudo ou nada, quebras, acidentes, teve de tudo nela! Até a largada para a última especial do rally era impossível determinar um vencedor. Duas duplas estavam separadas por apenas 3min26seg, Enrico Amarante/Breno Rezende e Denisio Nascimento/Idali Bosse. E nos km's finais, melhor para Enrico Amarante/Breno Rezende. Os pilotos cearenses Beto Pontes Filho e Rogério Almeida levaram o primeiro lugar na categoria 'Super Production' e também vibraram muito.

Carros

Por fim, o Sertões 2018 consagrou uma das duplas mais competentes e regulares do Sertões. Cristian Baumgart e Beco Andreotti conquistaram um título inédito de tricampeões nos carros. "Todo mundo dentro do time trabalhou muito bem; viraram noites, dormiram pouquíssimas horas nestes sete dias de competição. Nem nos melhores sonhos eu imaginaria que seríamos tricampeões de maneira consecutiva e realmente conseguir essa marca histórica", conta Andreotti.

Próxima edição?

"O Ceará fez uma festa de chegada linda. Queremos agradecer todo o suporte que recebemos, apoios, parcerias e a presença do público pelas trilhas e estradas desse estado lindo e, em especial ao público que compareceu no Aterro", disse Sabrina Murzoni, coordenadora geral do evento. Mas, a vida segue e, para 2019, a organização prepara um novo roteiro, um novo destino. Com largada anunciada para Campo Grande e chegada em Goiânia, que venham as trilhas e desafios de um Brasil que queremos muitos conhecer ainda mais.



Total de acessos: 239614

Visitantes online: 1