Carregando...

Publicidade

Projeto Contexto busca a formação de Células de Mediação de Conflitos em escolas públicas do Interior do Ceará. (Foto: Divulgação)

Células de Mediação de Conflitos começam a ser criadas em mais 20 municípios do Ceará.

28/08/2018

O Projeto Contexto, executado pela Pastoral do Menor Regional NE 1, integrante da Plataforma Educação Marco Zero, em parceria com a Secretaria de Educação do Estado Ceará (Seduc), municípios parceiros, Ministério Público e Vice-Governadoria do Estado do Ceará, iniciou nesta segunda-feira (27) formação para Criação de Células de Mediação de Conflitos em escolas de 20 municípios do Interior do Estado. As reuniões estão ocorrendo na Casa de Retiro e Pousada Nossa Senhora Estrela do Mar, em Mundaú, no município de Trairi.

Segundo a Pastoral, a ação, coletiva e de união, de esforços para a redução dos impactos da violência no ambiente das escolas públicas municipais, urbanas e rurais, tem a sua primeira etapa dividida em duas turmas. A primeira começou nesta segunda-feira (27) e se estende até a sexta-feira (31), com representantes dos municípios de Boa Viagem, Madalena, Quixeramobim, Deputado Irapuan Pinheiro, Solonópole, Mombaça, Piquet Carneiro e Milhã.

A segunda turma receberá a formação entre os dias 17 e 21 de setembro, com representantes dos municípios de Tamboril, Monsenhor Tabosa, Ipaporanga, Independência, Ararendá, Ipueiras, Novo Oriente, Nova Russas, Poranga, Quiterianópolis, Crateús, e Tauá, totalizado 20 municípios do Sertão Central e do Sertão dos Inhamuns. No primeiro ano de atuação, o projeto conseguiu alcançar 134 escolas da rede pública municipal, e mais de 1.500 professores envolvidos nas atividades.

Ainda de acordo com a Pastoral, o conteúdo que incorpora 60 horas de capacitação, sendo 40h presenciais com o embasamento teórico da metodologia e mais 20h de atividades práticas, os membros escolhidos para formarem o Grupo de Trabalho das Células, receberão o certificado após participarem de todas as etapas da formação, incluindo a avaliação e monitoramento que será realizada um mês após a participação das atividades presenciais.

A iniciativa, representa o primeiro passo para concretizar o compromisso firmado através do Acordo de Cooperação Técnica assinado pelos gestores públicos dos 20 municípios, durante o “II Encontro da Educação Emancipadora & Cultura de Paz”, promovido em junho deste ano. Na ocasião, os representantes manifestaram apoio para a criação das células, com participação efetiva da gestão pública municipal e representação de técnicos das secretarias de Educação como membro desse grupo que será formado em todos os municípios participantes.

Segundo o coordenador do Projeto Contexto, Rosângelo Marcelino, a proposta de trabalhar a temática de Mediação de Conflitos e Práticas Restaurativas dentro das escolas públicas, já estava prevista como formação para os educadores, mas a partir do fortalecimento conquistado junto aos órgãos parceiros, as ações serão mais abrangentes e com apoio importante das secretarias de educação municipais para darem continuidade e seguirem acompanhando o que será visto durante as formações.

“Essa parceria será muito importante para o alcance em todas as escolas desses 22 municípios, inicialmente as formações seriam apenas com as escolas que já estamos atuando, agora, teremos a secretaria de educação junto das atividades, possibilitando o alcance de 100% das escolas municipais de toda essa região, será um avanço muito significativo, só vem agregar as nossas ações e trazer possibilidades reais de êxito nessa iniciativa da Cultura de Paz dentro do ambiente escolar”, ressalta o coordenador.

Co-parcerias

O Projeto Contexto, é uma iniciativa co-financiada pela União Europeia, composta por uma Plataforma com organizações nacionais e internacionais com vasta experiência nos campos social, ambiental e educacional: We World ONLUS Itália, We World Brasil, Associação de Cooperação Agrícola do Estado do Ceará (Acace), Cáritas Diocesana de Crateús, Escola Família Agrícola Dom Fragoso, ESPLAR – Centro de Pesquisa e Assessoria, Instituto Maria da Penha e Pastoral do Menor Nordeste I.



Total de acessos: 239697

Visitantes online: 2