Carregando...

Publicidade

Os dois policiais militares praticam a técnica do afogamento simulado, com o suspeito imobilizado. O vídeo tem duração de 1 minuto e 21 segundos. (Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

No Ceará: Tortura praticada por PMs é apurada.

29/08/2018

A Polícia Militar do Ceará (PMCE) e a Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD), em notas emitida pelas assessorias de comunicação, ontem, afirmaram que irão apurar os fatos mostrados em um vídeo que circula na Internet, em que policiais militares do Estado torturam um suspeito.

A Corporação não especificou onde ou quando aconteceu o caso de tortura, nem em que ocorrência. Nas imagens, dois agentes de segurança participam diretamente da ação, sendo que um deles veste uma balaclava. Outro PM, com a identificação da Companhia de Policiamento com Cães (CPCães), vigia a violência, enquanto pelo menos outros dois militares realizam buscas no terreno baldio e não se incomodam com a tortura.

Vídeo

Os dois policiais militares praticam a técnica do afogamento simulado, com o suspeito imobilizado. Os PMs arremessam água em um pano que está no rosto do homem, para que o líquido caia aos poucos e o sufoque. Enquanto isso, o suspeito se rebate no chão. O vídeo tem duração de 1 minuto e 21 segundos.

"O Comando da Polícia Militar do Ceará tomou conhecimento de imagens que circulam em redes sociais e adotará medidas no sentido de apurar os fatos de forma transparente e responsável na forma da lei. A Corporação não compactua com atos de violência nem que afrontam a dignidade humana. A PMCE reafirma que suas ações são pautadas dentro dos princípios constitucionais das garantias individuais e coletivas", declarou a Polícia Militar.

A Controladoria Geral de Disciplina divulgou apenas que "já determinou a instauração de procedimento disciplinar para a devida apuração dos fatos constantes no vídeo que circula nas redes sociais".

Já o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), questionado sobre o assunto pela reportagem, informou, através também da assessoria de comunicação, que não irá se pronunciar sobre o caso neste momento.



Total de acessos: 240287

Visitantes online: 1