Carregando...

Publicidade

Juiz Cassio Felipe Goes Pacheco é quem analisa o caso do General Theophilo (PSDB). (Foto: Helene Santos)

Postulantes ao Governo: Camilo é o 2º a ter registro deferido.

29/08/2018

O governador Camilo Santana (PT) e a vice, Izolda Cela (PDT), tiveram suas candidaturas à reeleição autorizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Ceará (TRE). Também foram deferidos os pedidos do candidato ao Senado da mesma aliança, Cid Gomes (PDT), e de Eunício Oliveira (MDB), pertencente a outra coligação. As confirmações foram publicizadas no sistema DivulgaCand, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), no início da tarde de ontem (28). Das quatro chapas ao Governo do Estado com pedidos de registro ainda pendentes, a do General Theophilo (PSDB) pode demorar mais para ter a análise concluída, em virtude de processo de impugnação.

Além deles, a Justiça Eleitoral deferiu os registros dos suplentes de Eunício, Gaudêncio Lucena (MDB) e Edmilson Bastos (PSD), e dos suplentes do candidato ao Senado pelo PSL, Pastor Pedro Ribeiro, Dr. Wilson Matos e Fátima Ribeiro. O pedido do Pastor aguarda julgamento.

Já o caso do candidato do PSDB ao Governo do Estado, General Theophilo, está sob a relatoria do juiz Cassio Felipe Goes Pacheco. O deferimento do pedido de registro depende do processo de impugnação apresentado pelo PSL, que alegou descumprimento do prazo legal para a escolha de candidatos, fora do período de convenções. Segundo a assessoria do juiz, foi encerrada a fase probatória, com a abertura do prazo de cinco dias para alegações finais das partes.

Até ontem, o TRE deferiu 257 registros de candidaturas no Ceará. Um foi indeferido, seis renúncias foram homologadas e 640 aguardam julgamento. No total, foram protocolados 904 pedidos de registro. O primeiro candidato ao Palácio da Abolição autorizado pela Justiça Eleitoral foi Hélio Góis (PSL), na segunda-feira (27). Ontem, foi autorizada também a candidatura da vice, Ninon Tauchmann (PSL).



Total de acessos: 239614

Visitantes online: 1