Carregando...

Publicidade

O técnico Diego Aguirre apontou o árbitro Dewson de Freitas como o principal responsável pelo São Paulo não ter vencido o Fluminense nesse domingo. (Foto: Divulgação/São Paulo)

Série A: Tropeço fora dos planos.

Após expulsão e gol contra, São Paulo empata com o Fluminense e vê rivais se aproximarem.

03/09/2018

Uma expulsão tola e um gol contra infantil atrapalharam o plano do São Paulo de neste domingo manter uma vantagem tranquila na liderança do Campeonato Brasileiro. O time acabou minado por esses contratempos e, no estádio do Morumbi, empatou em 1 a 1 com o Fluminense. O resultado, diante das adversidades enfrentadas, não foi de todo ruim, com a equipe conseguindo ao menos evitar a derrota. Os erros são-paulinos não deixaram o time chegar à nona vitória no Morumbi neste Brasileirão. Com Diego Souza expulso no primeiro tempo e um gol contra no começo da etapa final, a equipe encontrou dificuldades imprevistas. O ponto do empate acabou valendo até como salvação.

Jogo atípico

O líder e melhor mandante do Campeonato Brasileiro começou o jogo acuado. Apesar de tentar pressionar, o São Paulo viu o adversário utilizar a arma que a equipe do Morumbi tanto gosta: o contra-ataque. A pouca criatividade e a dificuldade para atacar pioraram aos 33 minutos, quando Diego Souza deixou o cotovelo em Léo e foi expulso. O técnico Diego Aguirre havia acabado de colocar o atacante Tréllez para tentar pressionar quando um lançamento longo e inofensivo do Fluminense terminou em gol contra, aos oito minutos. O zagueiro Anderson Martins cabeceou para recuar, mas como o goleiro Sidão saía para fazer a defesa, a bola entrou lentamente no gol. Quando a situação parecia negativa, um lance de superação de Régis mudou tudo. O lateral, que passou um mês afastado do time e teve o contrato suspenso para resolver problemas pessoais, recuperou uma bola perdida e cruzou para Tréllez empatar aos 26 minutos.



Total de acessos: 217221

Visitantes online: 28