Carregando...

Publicidade

Rogério Ceni conversa com os atletas, projetando jogo com o Figueira. (Foto: Reinaldo Jorge)

Série B: Frente a rival direto.

Melhor anfitrião da Série B, Fortaleza recebe o Figueirense, mais um time calejado na busca pelo acesso.

04/09/2018

Três dias depois de perder para o Goiás, no Estádio Olímpico de Goiânia, o Fortaleza volta a campo para buscar uma reabilitação na Série B do Campeonato Brasileiro. Pela 25ª rodada da competição, o Leão do Pici recebe outro adversário direto na luta pelo acesso à Série A, no caso, o Figueirense/SC, hoje às 21h30 na Arena Castelão.

Será o segundo jogo do Tricolor em uma sequência difícil de três jogos, praticamente sem direito a repouso o a treinamento. O time orientado pelo técnico Rogério Ceni jogou com o Goiás, em Goiânia, no dia 1º, volta a campo na noite de hoje e no próximo sábado enfrentará o Criciúma/SC, às 16h30 no Estádio Heriberto Hülse.

Essa sequência impiedosa de jogos em pouco tempo acabou atingindo diretamente o elenco tricolor, de tal modo, que o centroavante Gustavo deixou o gramado do jogo frente ao Goiás, com lombalgia. O meia Dodô foi outro que saiu de campo se queixando de dores na parte posterior da coxa direita.

Rogério Ceni já sabe que cada partida dessas no segundo turno da Série B tem sempre o caráter de decisão, de modo especial contra um adversário de peso no Campeonato Brasileiro. Em razão disso, o comandante do Leão fechou totalmente o treino de ontem à tarde, realizado no Estádio Alcides Santos, objetivando dificultar ao máximo as informações para o seu ex-companheiro de clube, Milton Cruz, técnico do Figueirense.

Não cochilar

O técnico do Leão voltou a dizer que esse é um momento de extrema concentração da equipe, para que seja man tida uma diferença na pontuação para os demais concorrentes ao G-4. "Essa sequência de jogos me preocupa, pelos jogadores que saíram sentindo algum incômodo no último jogo e pela dificuldade que teremos. Peço a ajuda da torcida, pois teremos um jogo dificílimo contra o Figueirense. Temos a obrigação de buscar a recuperação nesse jogo em casa, mas não podemos cochilar, porque de repente, você perde a posição".

Modificação

O treinador tricolor já terá que fazer uma alteração forçada, que é a saída do lateral-esquerdo Bruno Melo, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Seu substituto mais provável é Leonan, que entrou na partida anterior, mas o zagueiro Adalberto, que também atua na posição, está cotado para entrar.

Há uma incógnita sobre o time do Fortaleza que vai a campo, visto que não se sabe exatamente se o atacante Marcinho terá condições de jogo, o mesmo acontecendo com o centroavante Gustavo e o meia Dodô.

É provável que Rogério Ceni, caso esteja tudo bem com os atletas, repita a meia cancha, com Derley, Felipe e Dodô, visto que o volante Nenê Bonilha ainda está em fase de recuperação de um estiramento muscular.

O volante Derley foi para a entrevista e falou um pouco do mistério sobre a escalação: "Nós vamos enfrentar um adversário direto pelo acesso e o Rogério Ceni quer esconder um pouco as informações, mas ele vai entrar com o que há de melhor para vencermos esse difícil compromisso. Eles venceram o clássico contra o Avaí e estão motivados, mas estamos preparados para jogar com inteligência e sabedoria para tentarmos a vitória", disse.

O Fortaleza é o time melhor mandante na Série B deste ano, de tal modo que dos 46 pontos, ganhou 28 deles na Arena Castelão. Foram nove vitórias em casa, um empate e duas derrotas. Entretanto, o Leão enfrentará o segundo melhor visitante da competição, o Figueirense, que ganhou 22 pontos longe de casa.

"Vamos ter cuidado com o Figueirense, para não dar espaços, porque é uma equipe de muita qualidade e com um treinador que sabe do nosso jeito de jogar", completou Derley, já prevendo que o adversário virá fechado, buscando contra-atacar.

Figueirense

O técnico Milton Cruz seguiu o estilo do seu adversário: o sigilo sobre a formação da equipe, mas tudo leva a crer que ele repita a base da formação que derrotou o Avaí no último jogo. Entretanto, Milton não poderá escalar o volante Zé Antônio, que recebeu o terceiro cartão amarelo. Em seu lugar entra o volante Pereira. E o zagueiro Nogueira volta de suspensão automática, entrando no posto de Eduardo Bauerman.

O meia Ándré Santos, de 33 anos, que retornou ao clube, ainda não deve enfrentar o Fortaleza, embora o técnico não tenha revelado a lista de embarque.



Total de acessos: 239695

Visitantes online: 3