Carregando...

Publicidade

Tite testou uma defesa com três remanescentes daquele grupo: os zagueiros Thiago Silva e Marquinhos e o lateral-esquerdo Filipe Luís. (Foto: CBF/Divulgação)

Seleção Brasileira: Tite monta defesa com remanescentes da Copa.

05/09/2018

Ao menos pela defesa, a seleção brasileira do ciclo para a Copa do Mundo de 2022, no Catar, deverá começar com jogadores que participaram do torneio neste ano na Rússia. Nesta terça-feira, no segundo treinamento da equipe na preparação para o duelo com os Estados Unidos, o técnico Tite testou uma defesa com três remanescentes daquele grupo: os zagueiros Thiago Silva e Marquinhos e o lateral-esquerdo Filipe Luís.

No trabalho realizado na Red Bull Arena nesta terça, Tite enfim pôde contar com todos os 23 jogadores convocados para os duelos com Estados Unidos e El Salvador. No treinamento, Tite não chegou a testar uma formação titular. Mas o auxiliar Sylvinho foi destacado para trabalhar o sistema defensivo, enquanto os demais jogadores treinavam finalizações. Nessa parte do trabalho, o ex-jogador testou o quarteto defensivo com os três remanescentes da Copa, além de Fabinho, escalado na lateral direita.

Thiago Silva, Filipe Luís e Marquinhos poderiam ter a companhia de um quarto remanescente da Copa na defesa, não fosse o corte do corintiano Fagner por lesão. Assim, Tite parece mostrar que vai iniciar o novo ciclo da seleção para a Copa apostando em jogadores que foram à Rússia, embora tenha trocado Filipe Luís por Alex Sandro durante o treinamento.

"O recomeço é sempre desafiador. Na nossa cabeça não pode haver dúvidas do que fizemos até aqui. A tristeza é inevitável após uma eliminação na Copa. Agora, os mais experientes têm que passar para os novatos conhecimento. Vamos acolher os meninos para que cheguem da melhor maneira possível e nos ajudem", disse zagueiro Thiago Silva, de 33 anos.

Novidades

No total, Tite convocou seis jogadores pela primeira vez para a seleção principal: Hugo Souza, Éder Militão, Andreas Pereira, Lucas Paquetá, Everton e Richarlison. "A gente não vai entrar e falar o que tem que ser feito. A gente precisa ser referência. Não é qualquer um que se sente em casa desde o início. Os meninos têm técnica enorme mas a primeira vez não é fácil", disse o zagueiro. A Seleção volta a treinar nesta quarta-feira.



Total de acessos: 218958

Visitantes online: 9