Carregando...

Publicidade

Visando o confronto contra a Chapecoense, no domingo (26), elenco Alvinegro fez trabalhos específicos na marcação do time. (Foto: Rafaela Brasileiro)

Para Não Repetir Erros: De olho na Chape, Ceará trabalha lances aéreos em treinamento.

Dos três gols que o Ceará levou contra o Grêmio, na derrota por 3 a 2 no último domingo (23), o técnico Lisca trabalhou bola aérea e chamou atenção de sua equipe.

27/09/2018

Visando o confronto contra a Chapecoense, no domingo (30), às 19h, na Arena Castelão, pela 27ª rodada da Série A do Brasileirão, o elenco do Ceará fez um treino tático, na tarde desta quarta-feira (26), na sede do clube. Sem querer cometer erros aéreos contra a equipe catarinense, o elenco participou de um coletivo e trabalhou a marcação em bolas pelo alto.

Sob os olhares de Lisca e de sua comissão técnica, os jogadores foram divididos em três equipes diferentes: titulares, reservas e reservas misturados com jovens do sub-20.

Recuperados de lesão, Fabinho e Cardona participaram normalmente dos coletivos e estarão à disposição para o duelo contra a equipe de Chapecó/SC. Éder Luís, que também passou um período de recuperação no departamento médico do clube, treinou com o grupo reserva.

Em fase de transição, o lateral-esquerdo João Lucas fez trabalhos físicos com o setor de fisiologia e correu ao redor do gramado. Já o meia Wescley treinou apenas na academia no clube e não subiu para o campo.

Durante o treinamento, o técnico do Alvinegro promoveu algumas mudanças na equipe titular que começou formada por: Samuel Xavier, Valdo, Luiz Otávio e Felipe Jonatan; Richardson, Edinho e Juninho Quixadá; Leandro Carvalho, Calyson e Arthur.

Valdo, Edinho, Juninho Quixadá, Leandro Carvalho, Calyson e Arthur deram vaga para Eduardo Brock, Juninho Valoura, Ricardinho, Pedro Ken, Felipe Azevedo e Ricardo Bueno, respectivamente.

Durante o aquecimento, Leandro Carvalho sentiu um incômodo no joelho direito, mas acabou treinando normalmente. O atacante passou por uma cirurgia no local, no mês de abril, quando estava atuando pelo Botafogo/RJ, clube a qual pertence.
Puxão de orelha

A cada erro que acontecia durante o treino, Lisca chamava atenção de seus jogadores, principalmente do setor defensivo.

"Perdemos o jogo por dois erros nossos. Foram dois erros nossos", lembrou da partida contra o Grêmio, no último domingo (23), quando o Vovô foi derrotado por 3 a 2, na Arena do Grêmio, sendo dois gols marcados em jogadas aéreas.

Ao fim do treinamento, o técnico chamou todo o grupo para uma conversa no centro do gramado e incentivou os atletas dizendo que para conquistar o objetivo de permanecer na primeira divisão nacional é preciso intensidade.

O Ceará recebe a Chapecoense, no domingo (30), às 19h, na Arena Castelão, pela 27ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.



Total de acessos: 240286

Visitantes online: 1