Carregando...

Publicidade

Pelo Brasileirão, centroavante só tinha marcado no PV quando o Vovô era mandante. (Foto: JL Rosa)

Arthur volta a marcar na Arena Castelão e crava: "conseguimos o primeiro objetivo".

Último gol do centroavante no estádio havia sido na final do Campeonato Cearense, quando marcou duas vezes na vitória do Ceará sobre o Fortaleza.

01/10/2018

Aos 13 minutos do segundo tempo, o atacante domina a bola na lateral do gramado. Aos trancos, protege o instrumento de trabalho, derruba o marcador e finaliza, com raiva mesmo. A bola atinge o ângulo, leva o técnico Lisca aos prantos e encerra uma escrita que já durava seis meses - período que o centroavante de 19 anos não balançava as redes na Arena Casrelão. Foi dessa forma que Arthur Cabral se tornou um dos personagens da vitória do Ceará diante da Chapecoense, nesse domingo (30), por 3 a 1.

Na comemoração, um grito para extravasar. Teve até cartão amarelo por tirar o uniforme, mas o que vale é a certeza de que o gol resultava não só na virada do Vovô na partida, mas na saída da equipe da zona de rebaixamento na 27ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Ao término do jogo, Arthur se emocionou mais uma vez: dessa vez ao dedicar o lance à família presente na Arena Castelão.

"Quero dedicar esse gol para a minha mãe, meu pai, minha irmã que vieram ao Castelão e é muito importante quando eles estão ao meu lado. Quando a gente está no futebol, a gente abdica de muitas coisas e eu abdiquei muito por eles. Agora eles estando aqui, é um incentivo a mais, uma emoção a mais e eu quero dedicar esse gol a eles", declarou.

O atacante vive um momento especial com a camisa do Alvinegro de Porangabuçu. Após um começo de temporada avassalador, onde disputou até a artilharia do Brasil e chegou a ser negociado com o Palmeiras, Arthur não conseguiu encontrar o bom futebol com o início da Série A. É verdade, o Ceará jogou abaixo da crítica na ocasião, mas o artilheiro também não demonstrava dentro de campo.

Quando o jejum já durava mais de 45 dias, o atacante então quebrou a escrita marcando contra o Grêmio, na derrota por 3 a 2 em Porto Alegre. Dessa vez, assistência para Valdo e gol de debutante na Arena Castelão, já que o jovem acumulava tentos apenas no Presidente Vargas (PV) quando o Vovô era mandante. A última vez que Arthur tinha marcado no Castelão, diga-se de passagem, foi na vitória sobre o Fortaleza, quando guardou logo dois na final do Campeonato Cearense, dia 4 de abril. O foco do atacante, no entanto, é a saída da equipe do Z-4.

"Conseguimos o primeiro objetivo. É só um pequeno passo dentro do nosso objetivo, mas é muito importante depois de ter feito um primeiro tempo muito abaixo do que a gente vinha apresentando. No segundo tempo voltamos a mostrar o nosso futebol. Conseguimos virar o jogo diante de uma equipe de muita qualidade. Agora o que importa é acabar o campeonato fora da zona", afirmou.

Próxima partida

O Ceará não sabe quando entra em campo no Brasileirão por conta das eleições. Com a 28ª rodada adiantada, o Vovô aguarda um posicionamento da CBF sobre a partida diante do Cruzeiro, no Mineirão, que estava prevista para este fim de semana, mas será remarcada porque a Raposa já inicia preparativos para disputar a Libertadores.

Na tabela, o Alvinegro ocupa a 15ª colocação, com 38 pontos, mas pode ainda ser ultrapassado pelo Vasco, que joga nesta segunda-feira (1º), contra o Paraná, às 20h, no Estádio Durival Britto, em Curitiba/PR. Independente do resultado, os comandados de Lisca não retornam para o Z-4 nesta rodada do certame.



Total de acessos: 217217

Visitantes online: 24