Carregando...

Publicidade

Lisca tem histórico positivo contra o Fogão. Momentos são sempre de arrancada. (Foto: Kid Júnior)

Brasileirão: É uma boa coincidência.

Ceará e Botafogo vão se reencontrar na Série A. O momento do Vovô é de início de arrancada, parecido com 2015.

05/10/2018

Próximo adversário do Ceará na Série A do Campeonato Brasileiro, o Botafogo foi o clube contra quem o técnico Lisca fez sua reestreia no comando do Alvinegro neste ano. Na época, ainda na 10ª rodada, o Vovô amargava na última colocação do campeonato com apenas três pontos conquistados em três empates com São Paulo, Corinthians e América/MG.

Vivendo uma situação bem diferente no atual momento, o Vovô está fora da zona de rebaixamento, ocupando a 15ª colocação da tabela, com 30 pontos, e vai receber o clube carioca no próximo dia 15, na Arena Castelão, pela 29ª rodada.

O time de Lisca terá 15 dias para treinar e se preparar para o duelo direto contra a equipe da capital do Rio de Janeiro, que ocupa a 12ª posição, com 33 pontos.

O Botafogo e o Ceará de Lisca têm algo "especial". Assim como em 2015, o Vovô encontra o time carioca em um momento decisivo. A diferença é que, há três anos, a luta do Vovô era para ficar na Série B. Hoje, a briga é justamente para que o clube não retorne para lá e inicie uma "arrancada" já fora do Z-4.

Semelhanças

Lisca fez sua estreia no comando no dia 17 de outubro de 2015, diante do Criciúma/SC, e acabou sendo derrotado por 3 a 0, na Segundona. Três dias depois, no Estádio Engenhão, o Vovô venceu o Botafogo por 1 a 0, com gol de pênalti convertido pelo então camisa 9 Rafael Costa na marca dos 11 minutos da etapa final. Essa partida, considerada uma grande vitória, foi o início de uma nova fase do Vovô no campeonato na época.

De volta à Porangabuçu, Lisca reestreou no Vovô no dia 7 de julho deste ano, contra Botafogo. A partida, que também foi realizada no Engenhão, acabou empatada sem gols. Em campo, os jogadores já demonstravam uma postura diferente em relação aos jogos anteriores.

De olho no futuro

Ainda sem ter garantido a permanência na elite do futebol nacional, o treinador alvinegro já está de olho em 2019. Segundo o comandante do time de Porangabuçu, já há uma conversa com a diretoria do para uma renovação contratual. "Naquela vez (em 2015), o Ceará já tinha me feito uma proposta para permanecer em 2016. Esse ano ainda não fez, mas estou aguardando", disse o técnico. "Eu já fiz um encaminhamento com o Robinson (de Castro, presidente do clube) para que, se der tudo certo, a gente possa ficar".

Lisca tem contrato com o Ceará até o final desta temporada. (Rafaela Brasileiro)

Saiba mais

Lisca testou mudanças em todos os setores alvinegros, na quinta-feira

Na zaga, ele começou com Eduardo Brock e Valdo. Depois, trouxe Tiago Alves no lugar de Valdo

Na lateral esquerda, começou com Felipe Jonatan e depois colocou João Lucas, que voltou a treinar

Na meia, Juninho Quixadá foi sacado para a entrada de Pedro Ken, no final do treino

No ataque, Felipe Azevedo entrou no lugar de Leandro Carvalho



Total de acessos: 240286

Visitantes online: 1