Carregando...

Publicidade

(Foto: Reprodução/Diário do Nordeste)

Para Seguir "Mítico": Reeleita, diretoria do Fortaleza quer renovar com Rogério Ceni.

Ainda falta muita água para rolar na Série B, mas o grupo que comanda o Tricolor de Aço já pensa em 2019 e enxerga como fundamental o prosseguimento do vínculo com o técnico, que conduz o Leão rumo à Série A.

08/10/2018

Unificação, profissionalismo e uma meta inicial comum para 2019: renovar com Rogério Ceni. Essas foram as primeiras ações defendidas após a reeleição por mais três anos da atual diretoria executiva do Fortaleza Esporte Clube, que tem como presidente Marcelo Paz. Mesmo se esquivando de detalhes mais diretos do planejamento a longo prazo, até porque o Tricolor de Aço ainda precisa confirmar o seu acesso à Série A, Marcello Desidério, vice-presidente do Leão, garantiu que Ceni é a prioridade do clube tricolor para o cargo de treinador no próximo ano.

"O Rogério é um excelente treinador e a gente tem contrato com ele até o fim do ano. Nós mantivemos o planejamento para que ele ficasse durante toda essa temporada, mas é ao fim do ano que vamos avaliar, tanto a diretoria do Fortaleza quanto o Rogério, se há condições para que ele permaneça. Mas, um treinador da qualidade dele, com os resultados que ele vem dando, claro, é a nossa prioridade. Sabemos, no entanto, que vai depender do nosso diálogo no fim do ano", disse.

O dirigente ainda reconheceu que os bons resultados dentro de campo poderão aumentar o interesse de outros clubes em relação ao treinador, o que pode dificultar a renovação de contrato. Atualmente, o Leão do Pici lidera a Série B do Campeonato Brasileiro, com 56 pontos.

"Com certeza, o assédio em cima do Rogério é muito grande e pode aumentar com o título, mas ele tem sido muito profissional e o compromisso dele com o Fortaleza tem sido muito grande. Agora, sabemos que no fim do ano o assédio deverá ser bem maior. A permanência dele, claro, vai depender da nossa diretoria também apresentar um planejamento que se adeque ao que o Rogério pensa. Ele não veio para cá só pelos valores, ele veio pelo nosso planejamento e para ser campeão".

Desidério ainda elogiou bastante a postura de Ceni, que teria recusado, segundo apurou a reportagem, pelo menos mais duas propostas para deixar o Fortaleza neste ano. Meses atrás, o ex-goleiro do São Paulo já havia sido procurado para assumir o comando do Atlético Mineiro.

Fortalecimento

Marcado pelo ano do centenário, 2018 também será importante, segundo Desidério, para a consolidação do modelo de gestão que vem sendo aplicado, valorizando a marca do clube e o crescimento de receitas. Com essas estratégias, o clube espera reunir condições de oferecer uma boa proposta para o treinador.

44 gols

É o número de vezes que o Leão balançou as redes nesta Série B, melhor atque da competição

7 pontos

É o que precisa o Fortaleza para atingir a pontuação média de acesso da Série B para a Série A. Time enfrenta, agora, o Oeste, dia 13/10

62,2%

Este é o aproveitamento do Tricolor do Pici, sob o comando de Rogério Ceni, na Segundona. A melhor campanha até o momento



Total de acessos: 235397

Visitantes online: 7