Carregando...

Publicidade

O atacante Deyverson marcou os dois gols da vitória do Palmeiras onrtem no Pacaembu. (Foto: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação)

Palmeiras supera o Grêmio no Pacaembu e segue firme na liderança.

O Verdão deixou para trás mais um concorrente e mostrou que será difícil tirá-lo da ponta da tabela, agora 3 pontos à frente do Internacional.

15/10/2018

O Palmeiras superou mais um concorrente direto na briga pelo título. Assim como fez diante do São Paulo, o time de Luiz Felipe Scolari derrotou, nesse domingo, no Pacaembu, o Grêmio, por 2 a 0 - mesmo placar feito sobre o rival, inclusive -, com propriedade e garantiu mais uma rodada na liderança isolada do Campeonato Brasileiro, restando nove para o término da competição.

Com o resultado, o time alviverde chegou aos 59 pontos e só não conseguiu ampliar a vantagem na liderança por culpa do Internacional, que venceu de virada o São Paulo, no Beira-Rio, e manteve a diferença entre líder e vice-líder em três pontos. Já os gremistas permanecem com 51 pontos e veem a ponta da tabela se distanciando ainda mais.

Palmeiras e Grêmio adotaram posturas completamente diferentes, e ambas válidas. O time da casa foi para o ataque, como tem se tornado sua principal característica nos últimos jogos, e tentou resolver a partida o quanto antes. Com velocidade e uma tarde inspirada de Dudu, os palmeirenses sufocaram o desfalcado time gremista, que tentava tirar o ritmo intenso e apostar nos toques, em busca de espaço.

Mas o planejamento gremista foi prejudicado logo aos sete minutos, quando Dudu fez boa jogada pela direita e cruzou para Deyverson desviar e abrir o placar: 1 a 0.

A partida continuou bem disputada no segundo tempo, embora as chances de gol tenham diminuído, por méritos das defesas. Além das boas marcações, as duas equipes passaram também a errar muitos passes e fizeram com que a partida caísse de rendimento nos minutos finais.

Então, coube ao iluminado Deyverson garantir a vitória, alviverde com direito a uma falha grosseira do zagueiro Bressan aos 33, com o atacante batendo na saída do goleiro Paulo Victor: 2 a 0.



Total de acessos: 235234

Visitantes online: 8