Carregando...

Publicidade

Segundo Ceni, objetivo do "Brasileirão" era terminar a temporada entre os dez primeiros. O Leão, hoje, é o líder do torneio. (Foto: JL Rosa)

Ceni completa 300 dias à frente do Leão com meta acima do previsto.

Treinador comemorou neste domingo quase um ano no comando do Fortaleza com 50 jogos, 30 vitórias e a liderança isolada da Série B do Brasileiro.

22/10/2018

Tendo completado 300 dias à frente do comando do Fortaleza no domingo (21), Rogério Ceni foi modesto. “Classifico com um trabalho bom”, disse o treinador após a vitória de 1 a 0 sobre Paysandu, no sábado (20). No entanto, se o Leão do Pici confirmar o acesso à Séria A do Campeonato Brasileiro, ou até mesmo o título da competição, a verdade é que o clube terá ultrapassado as expectativas da própria organização. “Nosso objetivo era chegar na final do Estadual e, na Série B, nossa meta era terminar entre os dez primeiros”, disse Ceni.

Contudo, sob a liderança do ex-goleiro do São Paulo, o Fortaleza vem ocupando a liderança isolada do Brasileirão e permanecendo à frente das demais 19 equipes em 30 das 32 rodada até aqui.
Apesar do resultado duro contra o Paysandu, mas apontado pelo óbvio, o desempenho do Fortaleza na tabela parece ser um reflexo do que o time vem mostrando dentro de campo. O fato ainda é reforçado pelas estatísticas.

Quase há um ano no comando técnico do Leão, Rogério Ceni acumulou 30 vitórias em 50 partidas disputadas, representando 60% do total. Somadas aos 7 empates e 13 derrotas acumulados na temporada, Ceni mantém um aproveitamento de 65%.

Os resultados do treinador tricolor o colocaram na primeira colocação da Série B, mas também lhe dão números melhores do o próprio trabalho de estreia como técnico, à frente do São Paulo.
Pelo time paulista, o aproveitamento foi de 49,5%. Contudo, mesmo satisfeito até aqui, o foco de Ceni deverá ser a conquista do título.

“Está muito bacana até hoje. O problema é que o ‘até hoje’ não garante nada. Que os atletas tenham concentração e que possamos levar o Fortaleza à Série A. E se possível for, porque temos condição, quero terminar com o título. Para mim, isso vale muito”, disse Rogério.



Total de acessos: 235065

Visitantes online: 6