Carregando...

Publicidade

Camilo Santana esteve com o ministro Paulo Guedes em Brasília, junto com a secretária da Fazenda, Fernanda Pacobahyba. (Foto: Divulgação/Governo do Ceará)

Governadores do Nordeste assinam criação de consórcio no Maranhão.

A intenção dos governadores do Nordeste é realizar compras compartilhadas para baratear custos.

14/03/2019

Governadores do Nordeste se reúnem nesta quinta-feira (14) em São Luís, no Maranhão, para assinar a criação do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste. O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), conduzirá, como anfitrião, a reunião.

Na prática, a metodologia vai funcionar para, por exemplo, a realização de compras compartilhadas entre os estados - o que deve reduzir os custos dos produtos e dos serviços para os estados.

De acordo com o Governo do Ceará, a estratégia vai possibilitar parcerias diversas, como nas áreas de desenvolvimento econômico e social, infraestrutura, tecnologia e inovação, segurança pública, administração prisional e proteção do meio ambiente.

O governador cearense, Camilo Santana (PT), esteve nesta quarta-feira (13) em Brasília para tentar atrair investimentos para o Estado. A primeira reunião foi com o ministro da Economia, Paulo Guedes. O petista apresentou a situação fiscal do Estado com o objetivo de adquirir financiamentos para os projetos do Palácio da Abolição.

"No ano passado, o Ceará seguiu na liderança em investimentos públicos no Brasil. Dessa forma, temos garantido que o Estado possa ter uma estrutura melhor, ser mais eficiente e trazer mais resultados para a população", disse.

Camilo também se reuniu, na sequência, com o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, para tratar de recursos para as obras do Cinturão das Águas e do Lago de Fronteiras (Crateús). "Temos parcerias importantes com o ministério para ações de infraestrutura hídrica, além de outras obras que eram de competência do Ministério das Cidades", disse.



Total de acessos: 250330

Visitantes online: 1