Carregando...

Publicidade

Em dias de chuva a estrada fica praticamente intransitável. (Foto: Antonio Rodrigues)

Obra na Rodovia entre Assaré e Altaneira continua em ritmo lento.

O serviço para pavimentação da CE-388, na região do Cariri, tinha prazo inicial de conclusão para este mês. No entanto, a intervenção, orçada em quase R$ 15 milhões, sofreu atrasos e só deve ser concluída no fim deste ano.

14/03/2019

No dia 5 de março de 2018, em Assaré, na região do Cariri cearense, foi assinada a ordem de serviço para pavimentação da CE-388, que liga aquele Município a Altaneira. Com muita festa, em meio às comemorações do aniversário do poeta Patativa do Assaré, a solenidade contou com os dois prefeitos das duas principais cidades beneficiadas e o governador do Estado, Camilo Santana, que pediu que a população fiscalizasse as obras a partir do dia seguinte, quando se daria seu início.

Apesar do prazo de entrega ser de 360 dias, e do tom de garantia quanto ao cumprimento do cronograma da obra, a rodovia ainda não viu um só pedaço de asfalto e apresenta apenas 21% de avanço físico.

Problemas

Em dias de chuva, a estrada fica praticamente intransitável, complicando a passagem dos moradores da zona rural dos dois municípios. Além disso, o vereador de Altaneira, Antonio Leite (PDT), denunciou que não há nenhuma ação de proteção ambiental. Embora essas ações estivessem prevista na obra, há queixas de assoreamento do Açude Tabocas. Outros trechos também foram abandonados sem nenhuma placa de sinalização.

Segundo o advogado Raimundo Soares, que transita semanalmente na estrada, a pavimentação da rodovia - por ser sempre um sonho dos moradores de Altaneira - virou alvo de promessas em várias campanhas políticas. "Muitos comemoraram a assinatura da ordem de serviço. No entanto, a desconfiança veio logo nos primeiros meses, com a lentidão dos trabalhos.

Hoje, a decepção é grande ao se encerrar o prazo contratual e nenhuma grama de asfalto foi colocada e, o pior, sem nenhuma justificativa das autoridades competentes. O sentimento de frustração é grande entre os altaneirenses", descreve o advogado.

Com investimento total de R$ 14.912.152,13, provindos de recursos do Tesouro do Estado e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), as obras fazem parte do projeto Ceará de Ponta a Ponta, programa de Logística e Estradas do Governo Estadual.


O trecho possui 20,16 quilômetros de extensão. Para a rodovia, estão previstos os serviços de pavimentação, revestimento asfáltico, obras d'arte correntes, drenagem, sinalizações vertical e horizontal e proteção ambiental.

Prazo revisto

Em nota, o Departamento Estadual de Rodovias (DER) garantiu que as obras de pavimentação da rodovia estão em andamento e encontram-se dentro do prazo previsto.

No entanto, no início dos serviços, em junho de 2018, os trabalhos foram afetados por conta da remoção de postes de rede elétrica e cabos de internet - problema solucionado. Além disso, o cronograma também tem sido afetado por conta do período de chuvas.

Já sobre a sinalização, o órgão afirmou que as placas estão sendo recolocadas. A previsão, agora, é que tudo seja concluído até setembro de 2019, seis meses após o prazo inicialmente dado.



Total de acessos: 250330

Visitantes online: 1