Carregando...

Publicidade

Bruno Henrique balançou as redes três vezes, mas um dos gols foi anulado pelo árbitro com o auxílio do VAR. (Foto: Alexandre Vidal)

Fla bate Vasco e abre vantagem na final do Carioca.

Com dois gols de Bruno Henrique no segundo tempo, atacante do Flamengo foi o principal nome do duelo deste domingo (14).

15/04/2019

O Flamengo vence o Vasco por 2 a 0 neste domingo (14), no estádio Nilton Santos, e abriu boa vantagem na final do Campeonato Carioca. O resultado deve muito para a atuação de Bruno Henrique, que marcou duas vezes e foi o principal jogador em campo.

A vitória no primeiro duelo dá ao Flamengo a vantagem de poder até perder por um gol de diferença no confronto final, marcado para o próximo domingo, às 16 horas, no Maracanã. O Vasco precisa vencer por três gols para ser campeão, ou, então, marcar dois gols e forçar as penalidades. Suspenso, Bruno Henrique não poderá atuar no jogo de volta.
Jogo

O técnico do Flamengo, Abel Braga, finalmente deu o braço a torcer e colocou Arrascaeta no time titular mesmo com todas as peças à disposição. Pior para Diego, que parou no banco de reservas. O uruguaio fez sua parte e mostrou bom futebol. Participativo, ele procurava dar velocidade e tornar o jogo mais dinâmico.

O Vasco, por outro lado, tinha como objetivo segurar o Flamengo. Se os primeiros minutos foram de toques de bola rápido e de futebol convincente, o Cruzmaltino tratou de equilibrar o duelo e manter o jogo preso no meio de campo. Fora uma chance com Pikachu, a partida ficou bem feia e sem emoção.

Sumido do jogo, Maxi López mostrava estar melhor fisicamente. O argentino deu alguns piques em campo que não ocorriam há poucos dias. Apesar da melhora, o atacante não teve grandes participações no primeiro tempo para o Vasco. Ele apareceu bem em um contra-ataque que terminou nas mãos de Diego Alves.

No segundo tempo, o Flamengo cresceu, dominou completamente o Vasco e a superioridade se transformou em gol. Bruno Henrique foi novamente um dos grandes personagens do clássico. Ele levou um cartão amarelo e ficará de fora da finalíssima. O atacante, então, decidiu colocar seu nome na história da final e abriu o placar. Danilo Barcelos afastou mal e a bola sobrou para o rubro-negro chutar para o fundo das redes: 1 a 0.

Aos 24, o atacante foi às redes de novo, mas o VAR entrou em ação e o árbitro anulou o lance, assinalando impedimento. Bruno Henrique poderia ter sentido o momento ao ter o gol anulado, mas ocorreu justamente o contrário. O atacante não deixou a peteca cair e marcou o segundo dele e do Fla na sequência. Ele aproveitou bobeada na zaga e finalizou firme para vencer Fernando Miguel: 2 a 0.



Total de acessos: 247883

Visitantes online: 1