Carregando...

Publicidade

Ricardo Bueno marca o primeiro gol do CSA em cima do Avaí no Rei Pelé. (Foto: Divulgação / CSA)

CSA vence o Avaí e encosta no Ceará na luta contra o rebaixamento.

Em confronto direto, time alagoano leva a melhor e chega aos 22 pontos, um a menos que o Vovô, 16º colocado.

07/10/2019

O último jogo da 23ª rodada do Campeonato Brasileiro interessava bastante ao Ceará. Após perder para o Goiás em plena Arena Castelão, o alvinegro torcia por um tropeço do CSA diante do Avaí na noite deste domingo (6) no Rei Pelé, em Maceió, para continuar longe do Z-4. O Azulão alagoano, porém, contou com a ajuda de dois velhos conhecidos do próprio Vovô para garantir a vitória em cima do Leão catarinense e esquentar a briga na parte de baixo da tabela.

O CSA chegou para o duelo contra o Avaí com o técnico Argel Fucks renovado no comando do time até 2020. No começo da semana, ele chegou a receber uma proposta do Ceará, mas recusou. O Azulão dominou o primeiro tempo, e abriu o placar com Ricardo Bueno aos 13 minutos.

Aos 2 minutos de jogo da segunda etapa, o Leão empatou com Jonathan e colocou equilibrio nos 20 minutos seguintes, quando o VAR viu um empurrão de Léo em Ricardo Bueno dentro da área. Pênalti que Jonatan Gomez converteu e pôs os alagoanos novamente na frente.

A partir daí, o Azulão teve o domínio na partida, enquanto que o Avaí tentava um empate a todo custo, e aos 49, Apodi veio em contra-ataque do campo de defesa e mandou rasteiro para dar números finais ao jogo. 3 a 1 e festa da torcida azulina.

Com o resultado, o CSA chega aos 22 pontos e fica na 17ª posição, na cola do Ceará, 16º colocado com 23 pontos. Já o Avaí permanece na vice-lanterna com 16 pontos.



Total de acessos: 262039

Visitantes online: 2