Carregando...

Publicidade

Feiras livres estão proibidas durante o período de isolamento social. (Foto: José Leomar)

Isolamento rígido proíbe atuação de vendedores ambulantes e feiras livres na Capital

Decreto de isolamento cita que está proibido, no município de Fortaleza, "a realização de feiras de qualquer natureza".

Fonte: Diário do Nordeste
06/05/2020

Ambulantes e feiras livres estão impossibilitados de operar a partir da próxima sexta-feira (8), quando passa a valer o decreto com medidas mais rígidas de isolamento social publicado pelo Governo do Estado

Segundo o decreto, publicado no Diário Oficial do Estado no último dia 5 de maio, será permitida a movimentação de pessoas apenas para necessidades prioritárias, como a compra de alimentos, ou para aqueles que trabalham em serviços essenciais. 

O endurecimento do isolamento social no Ceará foi defendido pelo governador Camilo Santana como medida de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. Decreto foi renovado por mais 15 dias desde a última terça-feira (5).

No texto, o Governo do Estado proíbe a aglomeração de pessoas em ambientes públicos e privados, como feiras livres, praias, praças, e calçadões. 

O decreto cita que está proibido, no município de Fortaleza, "a realização de feiras de qualquer natureza".

Serviços considerados essenciais, como supermercados, farmácias, órgãos de imprensa, operações de gestão pública e outros, no entanto, poderão continuar operando.


Total de acessos: 407199

Visitantes online: 1