Carregando...

Publicidade

A partida por pouco não foi realizada ontem: uma pane em um dos refletores do estádio Augusto Bauer deixava o gramado sem a iluminação necessária, por isso o duelo atrasou por 80 minutos. (Foto: Lucas Gabriel Cardoso)

Copa do Brasil: Demorou, mas Ceará vence o Brusque e consegue a classificação.

Após um atraso de 80 minutos e ameaça de adiamento do jogo.

08/02/2018

Uma classificação difícil, mas extremamente valiosa para o Ceará. Ontem à noite no interior de Santa Catarina, o Vovô venceu o Brusque por 1 a 0, no estádio Augusto Bauer, e avançou para a 2ªFase da Copa do Brasil. Pelo novo regulamento do torneio, o Alvinegro jogava pelo empate com visitante em jogo único, contou com sua experiência para avançar, arrecadando R$ 950 mil de cota.

Na fase seguinte, o Alvinegro enfrentará o Londrina, também fora de casa, com mando definido por sorteio antes do início da competição. Mas na 2ª Fase, em caso de igualdade, a vaga será decidida nos pênaltis.

A partida, marcada previamente para às 20h45, no horário de Fortaleza, por pouco não foi realizada ontem: uma pane em um dos refletores do estádio Augusto Bauer deixava o gramado sem a iluminação necessária, por isso o duelo atrasou por 80 minutos. Mesmo com iluminação apenas parcial do refletor problemático o árbitro Marcelo de Lima Henrique autorizou o início da partida. Com a aquecimento comprometido pelo atraso do jogo, os dois times começaram a partida em ritmo lento.

Com uma defesa bem postada e um meio campo técnico, o Ceará não deixava o Brusque jogar, mas também demorou a criar boas jogadas.



Domínio

A primeira chance do Vovô saiu aos 14 minutos, em finalização de Ricardinho defendida pelo goleiro Dida. O time da casa respondeu três minutos depois, em chute de João Carlos que Éverson defendeu.

Mas aos poucos o Alvinegro passou a controlar o jogo e desperdiçar duas boas chances. Primeiro, aos 26, Pedro Ken chutou na pequena área para a grande defesa do goleiro. Em seguida, aos 35, Élton dominou na pequena área e chuta para fora.

Ainda no 1º tempo, o zagueiro Antônio Carlos (ex-Ceará), foi expulso após parar mais um contra-ataque com falta. Com a vantagem numérica, o Ceará voltou com mais tranquilidade, segurando o empate que o classificaria. Mesmo com alguns sustos, o Vovô segurou a pressão e definiu sua classificação aos 20 minutos, em um golaço de Rafael Carioca, em um belo chute de fora da área: 1 a 0. Depois foi só segurar o resultado e comemorar a classificação.


Total de acessos: 216809

Visitantes online: 4